terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Mulher...Estrela.




Ser dotada de um sensibilidade maior, não me faz frágil.
Ser delicada não me faz retrógrada.
Ser romântica não faz de mim uma mulher iludida.
Gostar de rosas não me torna um clichê.
Acreditar em fidelidade não me faz uma mulher "das antigas" mas sim de princípios.

Vivemos em uma sociedade onde mulher luta tanto para ser "forte" que acaba lutando até contra si mesma,negando sua natureza por ter vergonha de si em alguns momentos.
Acaba por não expressar sua feminilidade de maneira genuína se escondendo atrás de um escudo criado por ela mesma.

Escudo antes criado por outros para oprimir e agora por outro criado por ela mesma como uma forma de reagir.
A maior reação é a aceitação de si mesma, ser simplesmente o que quiser, rosa ou espinho pelo ser e não pelo ter que ser.
Sou mulher, me expresso como tal,hora força, hora delicadeza, hora o que eu quiser. Estrela. Mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário